Cinco pessoas morrem em explosão de mina no Camboja

Calcula-se que o país asiático tenha em torno de 6 milhões de minas, da Guerra do Vietnã e da guerra civil

Efe

03 Maio 2010 | 01h51

Cinco pessoas morreram e outras nove ficaram feridas quando o veículo em que estavam passou em cima de uma mina antitanque perto de uma plantação no noroeste do Camboja.

 

O fato aconteceu no sábado em Pailin, uma província situada junto à fronteira com a Tailândia e onde centenas de milhares de minas foram disseminadas após os conflitos armados entre as décadas dos anos 60 e dos anos 90.

 

O diretor da Unidade de Ação contra as Minas em Pailin, Huot Sattha, disse ao jornal Phnom Penh Post que os 14 trabalhadores voltavam para casa após uma jornada na plantação quando seu veículo passou em cima da mina.

 

A Unidade de Ação contra as Minas no Camboja estima que foram enterrados seis milhões de artefatos durante os anos de conflito, principalmente nas zonas ocidentais.

Mais conteúdo sobre:
Camboja mina

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.