Cinco pessoas morrem em vários ataques em Bagdá

Pelo menos cinco pessoas, entre elas duas mulheres, morreram neste domingo em vários ataques perpetrados por supostos insurgentes em Bagdá, no mesmo dia em que foram encontrados sete corpos na cidade, informaram fontes policiais do Iraque.As mesmas fontes indicaram que um soldado iraquiano foi baleado por um grupo de desconhecidos na região de Al-Ghazaliya, no oeste da capital, considerada um dos redutos da resistência árabe sunita em Bagdá.Enquanto isso, um militar e um policial perderam a vida em dois ataques separados, também no oeste de Bagdá, enquanto duas mulheres - uma funcionária do Conselho Municipal e outra da companhia de eletricidade do bairro de Al-Daura, no sul de Bagdá - foram assassinadas a tiros.A funcionária da empresa elétrica tinha sido seqüestrada por um grupo de homens na manhã de hoje, e seu corpo foi encontrado perto de uma trilha, acrescentaram as fontes.Além disso, as forças de segurança encontraram sete corpos com marcas de bala, com as mãos atadas e os olhos vendados, abandonados em diferentes regiões da capital.O presidente do Iraque, Jalal Talabani, disse há quase 20 dias que 1.090 corpos de pessoas assassinadas em ações de violência sectária foram encontrados em Bagdá durante o mês de abril.Talabani se referia aos episódios de violência sectária que se espalharam pelo Iraque desde que foi atacado, em 22 de abril, um importante santuário xiita da cidade de Samarra, ao norte de Bagdá.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.