Cinco presos por atentado nas Filipinas

Cinco integrantes do principal grupo separatista islâmico filipino, a Frente Moro de Libertação (MILF) foram presos, em meio às investigações do atentado cometido no aeroporto de Davao, que deixou 21 mortos e quase 150 feridos. As prisões foram divulgadas pelo ministro do Interior, José Lina.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.