Cinco talibãs morreram ao instalar uma bomba no Afeganistão

A bomba era para perpetrar um de seus freqüentes ataques na região

EFE

24 de maio de 2008 | 06h27

Cinco supostos talibãs morreram quando uma bomba que instalavam no conflituoso distrito de Moussa Qala, no sul do Afeganistão, explodiu em suas mãos, informou uma fonte policial. Os insurgentes tentavam instalar uma bomba para perpetrar um de seus freqüentes ataques na região quando o artefato explodiu prematuramente, disse o chefe policial da província de Helmand, Hussain Andiwal. Helmand é um dos considerados redutos talibãs, e Moussa Qala, distrito onde se encontra a capital de mesmo nome, é uma das rotas mais importantes do tráfico de ópio no Afeganistão, fundamental para financiar as atividades dos insurgentes. Os combates entre os rebeldes talibãs e as forças internacionais e afegãs são constantes no sul do país, onde também se registram atentados contra as tropas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.