Cinema é atacado por passar filme laico

Um cinema de Túnis foi atacado por radicais islâmicos no fim de semana por exibir o filme Neither God nor master, da diretora Nadia Feni. O longa-metragem fala sobre o secularismo. Os espectadores que aguardavam na fila também foram agredidos pelo grupo, formado por cerca de cem homens. Reações semelhantes de fundamentalistas ganharam força desde a queda do governo, após protestos em massa.

, O Estado de S.Paulo

28 de junho de 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.