Cingapura, Coréia do Sul e Filipinas vetam importação de frango chinês

Cingapura, Coréia do Sul e Filipinas se juntaram à lista de países que proibiram as importações de frango da China, seguindo a confirmação ontem de que a influenza aviária contaminou patos numa cidade da fronteira da China com o Vietnã. A carne de frango chinesa corresponde a menos de 10% da oferta total de carnes de frango e pato no mercado cingapuriano, segundo Goh Shih Yong, porta-voz do Departamento de Agricultura e Veterinária de Cingapura. O governo cingapuriano já tinha proibido as importações de frangos vivos e de carne de frango congelada da Tailândia, mas informou hoje que está permitindo a entrada de frango cozido ou processado daquele país. Goh disse ainda que o governo está "aumentando sua vigilância" para evitar que a doença chegue a Cingapura. As granjas cingapurianas, com mais de 2 milhões de frangos, receberam uma nova cobertura de redes de proteção para evitar que aves selvagens entrem nas instalações. Mais da metade do plantel de frango cingapuriano é formado por aves importadas vivas da Malásia, que até agora não registrou casos da influenza aviária.Filipinas"A China estava na nossa lista de alerta, mas não podíamos emitir um embargo formal porque não havia confirmação oficial da doença. Agora que o surto foi confirmado, emitidos imediatamente a ordem de proibição", disse Cesar Drilon, subsecretário de Agricultura das Filipinas. Embora Drilon não tenha confirmado a notícia, outra autoridade veterinária disse que o governo filipino também pretende impor embargo às importações de produtos provenientes do Laos e do Paquistão. Na Coréia do Sul, Kim Young-man, porta-voz do Ministério da Agricultura e Silvicultura, disse que o governo decidiu impor um embargo a todas as importações de aves chinesas. "A China pediu que não proibíssemos as importações de carne de aves de regiões onde a doença não foi confirmada, mas decidimos impor o embargo sobre todas as importações, já que este é o procedimento normal", disse Kim. No ano passado, a Coréia do Sul importou 387 toneladas de carne de frango e 1.834 toneladas de carne de pato da China. A Coréia do Sul teve seu plantel de aves infectado pela primeira vez em dezembro. Autoridades sul-coreanas já ordenaram a matança de mais de 2 milhões de frangos e outras aves numa tentativa de conter a disseminação do vírus.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.