Cingapura escolhe novo presidente neste sábado

Os eleitores de Cingapura foram às urnas neste sábado para escolherem um novo presidente para o país, num referendo visto como um teste de popularidade do partido da situação. A presidência é basicamente uma posição simbólica na cidade-Estado, mas a eleição é disputada por quatro candidatos, fazendo deste o pleito mais concorrido da história da Cingapura. É a primeira vez que os cingapurianos escolhem um novo presidente desde 1993.

AE-AP, Agência Estado

27 de agosto de 2011 | 11h04

Os analistas acompanham com particular interesse o desempenho do ex-vice-premiê Tony Tan, que é apoiado pelo governo, como um indicativo do sentimento popular em relação às promessas de reforma do Partido da Ação do Povo, no poder desde 1959.

Na eleição geral de maio, o partido conquistou apenas 60% dos assentos no Parlamento, seu resultado mais fraco desde que a Cingapura se separou da Malásia, em 1965.

Além de Tony Tan, concorrem à presidência Tan Cheng Bock, presidente da empresa de transportes marítimos Chuan Hup Holdings e ex-advogado; Tan Kin Lian, ex-chefe executivo da seguradora NTUC Income; e Tan Jee Say, consultor de investimentos e ex-funcionário público. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Cingapuraeleiçãopresidência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.