Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Cinqüenta pessoas morrem em ataque suicida no Paquistão

O ano mais sangrento desde que começou a operação Liberdade Duradoura no Afeganistão em 2001, foi 2007

EFE,

17 de fevereiro de 2008 | 05h50

Pelo menos 50 pessoas morreram, neste domingo, e outras 50 ficaram feridas em um ataque suicida perpetrado na cidade de Kandahar, situada na província do mesmo nome, informou à Agência Efe uma fonte policial. O porta-voz do Ministério de Interior afegão, Zemarai Bashari, confirmou a explosão e assegurou que houve várias "dezenas" de mortos, embora não tenha detalhado se trata de um ataque suicida. A fonte policial que situou em 50 o número de mortos não quis ser identificada. Na conflituosa Kandahar e nas províncias meridionais do Afeganistão os combates entre a insurgência talibã e as tropas internacionais e afegãs são constantes. É nestas regiões, onde predomina a etnia pashtun, própria dos talibãs, se concentra o grosso das forças insurgentes. Durante este inverno não se registraram tantos confrontos, já que os talibãs costumam realizar sua ofensiva na primavera. O ano passado, o mais sangrento desde que começou a operação Liberdade Duradoura no Afeganistão em 2001, cerca de 6.300 pessoas morreram vítimas da violência no país.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.