Cinqüenta pessoas resgatadas de naufrágio na Indonésia

Equipes de socorro resgataram com vida nesta terça-feira 50 pessoas das 60 que viajavam em um barco de passageiros que naufragou na noite de segunda-feira em águas da Ilha de Rote, no leste da Indonésia, informou a emissora de rádio local "Elshinta". Dois navios da Marinha, além de voluntários, continuam as tarefas de busca do restante das vítimas, que seguem desaparecidas. O governador da província de Nusa Tenggara Oriental, Pieter Talo, tinha dito que as primeiras informações recebidas indicavam que poderia haver 110 pessoas mortas. Os sobreviventes disseram que, no momento do naufrágio, viajavam na embarcação 54 passageiros, além de seis tripulantes. Segundo a rádio "Elshinta", as pessoas resgatadas que apresentavam ferimentos e outros problemas estão sendo atendidas em um ambulatório. Acidentes marítimos são freqüentes Fontes da polícia de Kupang, capital de Timor Ocidental, informaram que o excesso de peso e o mau tempo podem ter provocado o naufrágio. A embarcação Bervista partiu na segunda-feira da Ilha de Nidao rumo a Rote, mas acabou naufragando entre as ilhas de Rotendao e Nuse. Os acidentes marítimos são freqüentes no arquipélago indonésio - formado por mais de 18 mil ilhas, das quais somente cerca de 13 mil são habitadas -, já que os navios constituem o meio mais barato de transporte.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.