Cinzas de vulcão chileno voltam a cancelar voos na Argentina

Voos em Aeroparque e Ezeiza, em Buenos Aires, sofreram atrasos e cancelamentos nesta manhã

Reuters

08 de julho de 2011 | 13h49

Passageiros aguardam informações sobre voos no aeroporto doméstico de Buenos Aires 

 

BUENOS AIRES - Os voos nos dois principais aeroportos da Argentina voltaram a ser suspensos nesta sexta-feira, 8, em função da presença na região das cinzas expelidas por um complexo vulcânico no sul do Chile.

 

Veja também:

linkVulcão chileno afeta voos de cinco companhias no Brasil

lista Acompanhe agora a situação dos aeroportos brasileiros

 

O fluxo de voos nos terminais de Aeroparque e Ezeiza estão sendo afetados desde o início de junho, quando o complexo vulcânico Puyehue-Cordón Caulle entrou em erupção, expelindo uma nuvem alta de cinzas e fragmentos de rochas.

 

"As operações previstas para desde as 7h até as 12h desta sexta-feira estão sendo afetadas em função da presença de cinzas vulcânicas", informou a companhia aérea chilena LAN.

 

A nuvem de cinzas vem obrigando as companhias aéreas que operam na Argentina a cancelar dezenas de voos internacionais, regionais e locais. Na quinta-feira vários voos sofreram atrasos, enquanto outros foram cancelados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.