Civil americano é morto a tiros no Iraque

A embaixada dos Estados Unidos no Iraque informou nesta quinta-feira que um de seus empregados civis morreu em ataque ocorrido em Bagdá, fora da fortificada zona verde, onde ficam a embaixada americana e a sede do governo iraquiano. James Mollen estava em um veículo quando foi atacado a tiros na tarde de quarta-feira. Mollen, especialista em educação, era assessor dos ministros de Educação e Educação Superior do Iraque.

Agencia Estado,

25 de novembro de 2004 | 10h29

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.