Civis famintos invadem e saqueiam porto de Monróvia

Liberianos famintos invadiram o porto de Monróvia e saquearam os depósitos de alimentos, na véspera da data marcada para a saída dos rebeldes do porto e da capital. O controle será passado à força de paz composta por soldados de nações da África Ocidental. Os rebeldes dizem que não puderam conter o avanço da população sobre os depósitos de alimentos no porto. Homens, mulheres e crianças subiram em contêineres em busca desesperada por comida. Rebeldes dispararam para o ar, em vão, para tentar impedir que os saqueadores levassem tudo. "Eles estão famintos. Não podemos impedi-los de levar a comida que foi trazida para eles e não foi distribuída", disse o líder rebelde, Sekou Fofana.A ONU anunciou hoje que um navio com remédios, alimentos e funcionários de ajuda humanitária estava a caminho da Libéria. Carolyn McAskie, coordenadora adjunta de emergência da ONU, disse que no fim de semana a ajuda será distribuída, se os rebeldes partirem como prometido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.