Civis mortos pelo Taleban 'aumentam 6 vezes em 2008'

Otan afirma que 240 civis morreram em 2008, grande parte em atentados com bomba

BBC Brasil,

05 de maio de 2008 | 11h32

O número de civis mortos em ataques do Taleban no Afeganistão aumentou seis vezes nos primeiros meses deste ano em relação ao mesmo período do ano passado, segundo a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan). Até meados de abril, a organização estima que ações do grupo extremista mataram pelo menos 240 pessoas - seis vezes mais que as cerca de 40 vítimas no mesmo período do ano passado.   Segundo as forças da Otan no país, a maioria destas mortes ocorreu em ataques suicidas a bomba realizados pelo Taleban contra as tropas estrangeiras no país. Por outro lado, a Otan afirma que houve uma redução no número de civis mortos por seus soldados - de 31 nos primeiros três meses e meio de 2007 para quatro no mesmo período este ano.   Entretanto, o repórter da BBC em Cabul Martin Patience diz que estes números são questionados por organizações locais. Uma delas, que aconselha grupos de ajuda humanitária, afirma que os mortos por soldados da força internacional chegam a pelo menos 60.   O correspondente da BBC afirma que essas fatalidades geram grande revolta entre a população afegã, fazendo com que muitos se voltem contra a comunidade internacional e o governo afegão.   Mediador entre a população e as tropas internacionais, o presidente, Hamid Karzai, tem sido um dos críticos das operações militares - no passado, ele já afirmou que nenhuma morte de civis seria tolerada.

Tudo o que sabemos sobre:
TalebanAfeganistãoOtan

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.