Civis são 65% dos mortos, diz ONG palestina

Segundo números divulgados ontem pelo Centro Palestino para os Direitos Humanos, dos mais de mil palestinos mortos em Gaza desde o dia 27, 698 - ou 65% - são civis. Há também 5 mil feridos. A contagem dos mortos feita pelo centro é independente da realizada pelo Ministério da Saúde em Gaza, controlado pelo Hamas. A pesquisa é feita diariamente pelos funcionários da entidade, que visitam hospitais e necrotérios no território palestino. O coordenador dos trabalhos humanitários da ONU na região, John Holmes, disse que não há razões para duvidar do número divulgado pelo centro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.