Clérigo saudita exorta muçulmanos a atacar Israel

O clérigo saudita Sheikh Awadh al-Garni emitiu uma "fatwa" (decreto religioso) exortando os muçulmanos a atacarem interesses israelenses "em qualquer lugar", como vingança pelas operações militares israelenses contra o território palestino de Gaza, que deixaram mais de 290 mortos e 800 feridos.Segundo o website rasid.net, ligado à comunidade xiita na Arábia Saudita, o decreto de Al-Garni diz que os muçulmanos devem "atacar interesses israelenses e qualquer coisa que tenha vínculos com Israel", porque esses seriam "um alvo legítimo para muçulmanos em qualquer lugar". Embora popular na Arábia Saudita, Al-Garni não integra o establishment religioso do país.Fatwas não são decretos de cumprimento obrigatório e depende de cada muçulmano decidir se vai agir de acordo com elas ou não.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.