Clima ajuda bombeiros a conter fogo na Austrália

Favorecidos pela melhora das condições climáticas, os bombeiros australianos estão próximos de conter os incêndios florestais que arrasaram o sul do país nesta semana, matando 181 pessoas e mais de 1 milhão de animais, enquanto a polícia começou a permitir que a população das comunidades atingidas retornasse para suas casas.Cerca de 12 focos ainda destroem a região na manhã deste sábado, 14, no sul do Estado de Vitória e, segundo autoridades, os incêndios poderão ser contidos totalmente dentro de duas semanas. O subdiretor do Serviço de Bombeiros, Geoff Conway, disse que o tempo favorável que se prolongará até o domingo permite consolidar as linhas de contenção e avançar na extinção das chamas.A polícia afirma que mais de 200 pessoas de vários povoados atingidos retornaram brevemente para suas residências, encontrando em seu retorno casas destruídas e carros queimados nas ruas. As visitas foram feitas com o auxílio de ônibus sob severas restrições.Os incêndios, alguns provocados, começaram em 7 de fevereiro, quando a região sul da Austrália estava há duas semanas sob uma onda de calor sem precedentes. Na sexta-feira passada, a Polícia acusou uma pessoa de ter provocado o incêndio que atingiu a localidade de Churchill e matou 21 pessoas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.