Clinton inaugura biblioteca com área sobre caso Lewinsky

O ex-presidente americano Bill Clinton inaugura nesta quinta-feira uma biblioteca pública, instalada em um prédio futurístico de aço e vidro. O Clinton Presidential Center custou US$ 165 milhões (mais de R$ 445 milhões) e abriga os arquivos dos anos de Clinton à frente da Casa Branca. O local tem uma área dedicada ao processo de impeachment provocado pelo caso Monica Lewinsky. Clinton decidiu sediar sua biblioteca na cidade de Little Rock, em Arkansas, onde ele foi governador.A agência de notícias Reuters disse que essa será a mais cara das 12 bibliotecas presidenciais dos Estados Unidos.´Trailer chique´Clinton disse que recusou grandes somas de dinheiro oferecidos por outros dois Estados, mas preferiu que a biblioteca fosse em Arkansas. "Senti que devia isso a meu Estado natal, que permitiu que eu me tornasse presidente, e queria fazer uma contribuição ao desenvolvimento dessa cidade que eu amo tanto", disse ele.Quase US$ 1 bilhão em novos investimentos foram feitos no centro de Little Rock desde que Clinton escolheu a cidade para construir sua biblioteca, em 1997. O prédio tem uma estrutura semelhante ao de uma caixa e se estende sobre o rio Arkansas. Foi construído numa área de depósitos abandonados de Little Rock. A revista The Economist descreve o prédio como "um trailer chique".Réplicas O projeto é do arquiteto nova-iorquino James Polshek e o prédio inclui réplicas do Salão Oval (foto) e da sala de reuniões da Casa Branca. O complexo também inclui um apartamento de luxo para Clinton e uma escola de serviço público vinculada à Universidade de Arkansas.A biblioteca vai abrigar o arquivo presidencial de Clinton com 80 milhões de documentos, 21 milhões de e-mails e 2 milhões de fotografias. O ex-presidente disse esperar que a biblioteca ensine aos americanos "o que é ser presidente". MônicaO suposto relacionamento sexual de Clinton com a estagiária da Casa Branca Monica Lewinsky faz parte de uma seção chamada "Luta pelo Poder", onde estão as discussões de política partidária que levaram à proposta de impeachment de Clinton em 1998. Ele foi inocentado ao fim do processo.O presidente da Fundação Presidencial Bill Clinton, Skip Rutherford, disse que essa é uma exposição honesta e completa sobre o processo de impeachment. Críticos, porém, dizem que a coleção enfatiza o rancor partidário e minimiza os lapsos morais de Clinton. A coleção do impeachment traz citações de republicanos e democratas, bem como fotografias do procurador Kenneth Starr e manchetes de jornais.ShowCerca de 40 mil pessoas devem comparecer à inauguração, exclusiva para convidados. O evento vai contar com a presença do atual presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, e os ex-presidentes George Bush e Jimmy Carter. Os roqueiros Bono e The Edge, do U2, devem fazer um show.BBC BRASIL.com - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da BBC BRASIL.com.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.