Clinton se oferece para ajudar presidente eleito do México

O ex-presidente dos Estados Unidos, Bill Clinton, disse nesta quinta-feira que gostaria de se tornar conselheiro do presidente eleito do México, Felipe Calderón, em assuntos econômicos. O mexicano assume o posto no início de dezembro. Em um encontro com a imprensa na cidade de Monterrey, ao norte do México, Clinton disse que o país tem grande potencial de crescimento. "México tem uma grande oportunidade. Gostaria de estar trabalhando com o novo presidente, ser seu assessor econômicos", disse Clinton. A primeira recomendação do ex-presidente norte-americano ao colega mexicano é de que ele invista pesado no setor empresarial mexicano. Calderón ainda não definiu se aceitará essa ajuda voluntária de Clinton.

Agencia Estado,

17 Novembro 2006 | 03h13

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.