Clonaid promete apresentar clones humanos em SP

A presidente da Clonaid, Brigitte Boisselier, disse que a empresa vai fornecer provas da primeira clonagem de humanos num encontro de pais de crianças clonadas em São Paulo, na próxima segunda-feira.Boisselier disse nesta quarta-feira à agência britânica Reuters, citada pela BBC, que quatro bebês já foram clonados pela empresa. O primeiro, uma menina batizada de Eva, foi anunciado em dezembro, em Israel, filha de uma mãe americana.Segundo Boisselier, o encontro em São Paulo vai reunir os pais das crianças clonadas e outros casais que querem ter filhos clonados."Eles querem fundar uma organização, Human Clone Rights (Direitos Humanos dos Clones)", afirmou a cientista francesa.ProvasEla disse que as provas de que um bebê japonês foi clonado em Israel devem ser mostradas no Brasil."O bebê de Israel - Eva - também está bem. Ela tem quase três meses de idade agora. Os pais americanos estão muito felizes e pode ser que estejam no Brasil, mas não posso anunciar isso ainda", afirmou a presidente da Clonaid.De acordo com a Clonaid, outros dois bebês clonados nasceram na Arábia Saudita e na Holanda. Até agora a empresa não forneceu nenhuma prova de que eles foram clonados.Alguns cientistas acreditam que a história poderia ser uma fraude para ganhar dinheiro ou dar mais publicidade para os raelianos.A Clonaid foi fundada pelos raelianos, uma seita que acredita que os seres humanos foram criados por extraterrestres.As informações são do site da BBC em português. Para ler o noticiário da BBC, que é parceira do estadao.com.br, clique aqui.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.