CNN contrata filha de Fidel como colaboradora

Num momento em que o líder cubano, Fidel Castro, se recupera de uma hemorragia intestinal, a rede de televisão CNN informou nesta quinta-feira a contratação da filha dele, Alina Fernández, como colaboradora.A filha de Fidel fará comentários e dará impressões sobre a ilha comunista à medida que se desenvolve, os acontecimentos sobre a saúde de sue pai e uma possível sucessão no poder em Havana."Neste ponto crítico da história, é importante para mim atrair a atenção do mundo para a situação dentro de Cuba, ao mesmo tempo em que refletimos sobre o seu futuro", afirmou Fernández. "A CNN é uma rede mundial, que pode chegar a uma grande quantidade de pessoas".Alina tinha 3 anos quando Fidel ascendeu ao poder. Ela fugiu de Cuba disfarçada de turista espanhola em 1993. Ela Mudou-se para Miami, onde é locutora de rádio e escreveu o livro Castro´s Daughter: An Exile´s Memoir of Cuba ("A filha de Castro: memórias de uma exilada de Cuba"). Nos Estados Unidos, Alina manteve contato esporádico com o pai em Cuba.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.