Reuters
Reuters

Coalização liderada pela Arábia Saudita ataca reduto rebelde no Iêmen

O porta-voz Houthi, Hamed al-Bokheiti, afirmou que os ataques aéreos danificaram a mesquita histórica Imam Hadi em Saada

AE, O Estado de S. Paulo

09 de maio de 2015 | 14h05

A coalizão liderada pela Arábia Saudita atacou o reduto rebelde de Saada, no norte do Iêmen, forçando centenas de famílias a fugirem da área, de acordo com autoridades de segurança e oficiais rebeldes xiitas Houthi.

As fontes alegaram que a ofensiva deste sábado tinha como alvo locais de encontro de guerrilheiros Houthi, acampamentos e armamentos do grupo.

O porta-voz Houthi, Hamed al-Bokheiti, afirmou que os ataques aéreos danificaram a mesquita histórica Imam Hadi em Saada.

Os ataques ocorreram após a coalizão liderada pela Arábia Saudita ordenar que civis em redutos rebeldes no norte do Iêmen fugissem durante a noite. A coalizão começou a campanha aérea em 26 de março, visando os rebeldes Houthi e seus aliados, ou seja, forças de segurança leais ao presidente deposto Ali Abdullah Saleh. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
iêmenviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.