Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Coalizão de Berlusconi avança em eleições regionais

A contagem parcial dos votos das eleições regionais na Itália, divulgada hoje, mostra que a coalizão de centro-direita do primeiro-ministro Silvio Berlusconi avançou diante da oposição de centro-esquerda. Das 13 regiões onde aconteceram eleições, a coalizão de Berlusconi liderava em seis, enquanto a centro-esquerda liderava em sete. Resultados totalizados e oficiais só devem ser divulgados amanhã.

AE-AP, Agência Estado

29 de março de 2010 | 19h58

A contagem indica que a coalizão de Berlusconi venceu na Lombardia e no Vêneto, enquanto no Piemonte o candidato governista, Roberto Cota, liderava com 48,2% dos votos - a candidata de centro-esquerda, Mercedes Bresso, tinha 46,2% dos votos, contados os sufrágios de 4.036 das 4.835 seções eleitorais, informou o Viminale, por meio da agência Ansa.

Na região do Lácio, a disputa também estava apertada, com a candidata de centro-direita Renata Polverini com 49,8% dos votos, enquanto sua opositora de centro-esquerda Emma Bonino tinha 49,6% dos votos, apurados os sufrágios de 42.499 das 49.855 seções eleitorais.

A coalizão de Berlusconi controlava, antes das eleições, apenas as regiões do Vêneto e da Lombardia. A centro-direita italiana parece ter vencido as eleições nas regiões da Campânia e da Calábria. Na Calábria, a centro-direita tinha 59,6% dos votos, enquanto a centro-esquerda tinha 30,9% dos sufrágios, com os votos de mais de 50% das seções apurados.

A centro-esquerda liderava a contagem de votos nas regiões da Basilicata e Puglia (sul) e de Marche, Úmbria, Toscana e Emilia-Romagna, no centro do país, onde sempre foi mais forte. Segundo informações da Ansa, a centro-esquerda venceu e manteve o governo da região da Ligúria, a única onde ganhou no norte, com a reeleição do governador Claudio Burlando, do Partido Democrático (PD). Burlando obteve 52,19% dos votos, segundo dados não totalizados. Com informações da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.