Coalizão de direitos civis pergunta sobre detidos nos EUA

Uma coalizão de 21 grupos ativistas de direitos civis pediu nesta segunda-feira às autoridades informações sobre centenas de detidos durante as investigações sobre os atentados terroristas do mês passado. "É terrível o fato de estarmos próximos da mesma forma de desaparecimento oficial de pessoas que já vimos na América Latina", afirmou Kate Martin, diretora do Centro de Estudos de Segurança Nacional, um dos grupos participantes. Cerca de 900 pessoas foram presas imediatamente depois dos ataques de 11 de setembro. Muitas delas já foram libertadas, mas as prisões continuaram, segundo afirmam membros do governo de George W. Bush. Leia o especial

Agencia Estado,

29 Outubro 2001 | 18h38

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.