Coalizão de governo de Israel pede eleições antecipadas

A coalizão de governo do primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, entrou com uma moção pedindo a dissolução do Parlamento de Israel e a antecipação das eleições gerais para 4 de setembro, informaram nesta quarta-feira a rádio pública e a Rádio do Exército de Israel. As rádios informaram que a moção apresentada pelo chefe da coalizão parlamentar, Zeev Elkin, será debatida no Parlamento a partir do domingo.

AE, Agência Estado

02 Maio 2012 | 16h32

A rádio pública citou o parlamentar Gideon Saar, que como Elkin é do Partido Likud (direita) de Netanyahu, dizendo que 61 dos 120 integrantes do Parlamento apoiam a data de 4 de setembro para as eleições.

Netanyahu não disse se pretende antecipar as eleições, marcadas para outubro de 2013, mas poderá fazer o anúncio em uma convenção do Likud no próximo domingo. Netanyahu tenderia a antecipar as eleições para fortalecer sua posição antes de uma luta potencial no Parlamento, a respeito das medidas de austeridade que o governo de Israel poderá tomar, e das eleições presidenciais norte-americanas em novembro.

As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.