Coalizão de Merkel não deve ter maioria parlamentar

A coalizão da chanceler alemã, Angela Merkel, não deve conseguir maioria para formar um governo nas eleições nacionais do próximo domingo, segundo uma pesquisa eleitoral divulgada nesta sexta-feira.

AE, Agência Estado

20 de setembro de 2013 | 10h05

O levantamento, feito pela Forsa, mostra que a coalizão de centro-direita terá 45% dos votos, alta de um ponto ante a pesquisa anterior. O grupo é formado pela União Democrata Cristã (CDU, na sigla original), de Merkel, pela União Social Cristã (CSU) e pelo Partido Liberal Democrata (FDP). A CDU e a CSU aparecem com 40% dos votos, alta de um ponto, e o FDP permanece com 5%.

Os outros partidos com representação parlamentar, o Partido Social Democrata (SPD, na sigla em alemão), o Partido Verde e A Esquerda, somam 45% dos votos na pesquisa. Individualmente, o SPD subiu um ponto porcentual para 26% das intenções de voto, enquanto Esquerda perdeu um ponto para 9% e o Partido Verde ganhou um ponto e ficou em 10%.

O recém-fundado partido Alternativa para a Alemanha (AfD) é creditado com 4%, portanto perto da taxa de 5% necessária para ser representado no Parlamento.

A pesquisa encomendada pela emissora de televisão RTL foi conduzida com 1.995 pessoas entre 16 e 19 de setembro. Fonte: Market News International.

Mais conteúdo sobre:
alemanhaeleição

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.