Coalizão de premiê vence eleições no Iraque

A coalizão liderada pelo primeiro-ministro xiita do Iraque emergiu nesta segunda-feira como a maior vencedora nas primeiras eleições parlamentares no país desde a retirada militar dos Estados Unidos, em 2011, segundo informaram autoridades eleitorais.

AE, Agência Estado

19 Maio 2014 | 12h17

Os resultados podem aumentar as chances do atual primeiro-ministro, Nouri al-Maliki, alcançar um terceiro mandato mesmo em meio a onda de violência que tomou conta do país. Mas provavelmente ele terá de se aproximar de outros grupos, afim de garantir uma coalizão mais ampla dentro do parlamento.

A Coalizão do Estado de Direito, de al-Maliki, garantiu 92 dos 328 assentos parlamentares e garantiu maioria em 10 das 18 províncias.

A coalização al-Muwatin, liderada pelo clérigo xiita Ammar al-Hakim, ficou em segundo lugar com 29 parlamentares e o grupo al-Ahrar, liderado pelo clérigo xiita Muqtada al-Sadr, ficou em terceiro lugar, com 28 assentos.

A coalizão Mutahidoun, do porta-voz do parlamento sunita, Osama al-Nujaifi, garantiu 23 parlamentares, e a coalizão sunita al-Wataniya, do ex-premiê Iyad Allawi, ganhou 21 assentos. A coalizão al-Arabiya, do vice-premiê sunita Saleh al-Mutlaq, elegeu nove parlamentares.

Analistas internacionais avaliam que as negociações para escolher um novo governo provavelmente irão se arrastar por semanas, talvez por meses. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Iraque eleições

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.