Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Coalizão e forças afegãs matam 82 supostos talebans

Forças afegãs e da coalizão internacional mataram cerca de 82 extremistas em diversos ataques pelo sul do Afeganistão, informam autoridades. Na sexta-feira, tropas enfrentaram mais de 40 extremistas durante um tiroteio de cinco horas, perto da vila de Mirabad, a nordeste da capital da província do Uruzgan. Acredita-se a maior parte dos extremistas, que estavam refugiados num pomar, tenha sido morta. Não há informe de vítimas civis ou entre as forças de coalizão.Em uma ação separada, tropas enfrentaram um grande contingente de extremistas no distrito de Zharie, na província de Kandahar, matando cerca de 25 adversários em três horas de combate. "Diversos extremistas quebraram o confronto usando civis inocentes como escudos para escapar", diz nota oficial.Na noite de sexta-feira, a coalizão internacional havia informado a morte de outros 17 rebeldes na destruição de uma casamata, que teria ocorrido em Uruzgan, na quarta-feira.As tropas internacionais no Afeganistão lançaram uma ampla ofensiva contra o Taleban, grupo extremista islâmico que controlou o país até ser derrubado do poder por uma invasão americana. A coalizão busca pôr fim a uma onda de ataques suicidas e emboscadas, deflagrada nos últimos meses.Mais de 10.000 soldados afegãos, britânicos, canadenses e americanos estão baseados nas províncias de Kandahar, Helmand, Uruzgan e Zabul, onde os remanescentes do Taleban conseguiram se reorganizar e ganhar força.Mais de 200 talebans já foram mortos desde que a Operação Pressão na Montanha entrou em andamento, no início do mês, de acordo com informes da coalizão. Ampliada às 12h28 com mais informações

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.