Colaborador do ´NYT´ detido na China será libertado

O colaborador chinês do jornal americano The New York Times, Zhao Yan, detido em 2004 por "revelar segredos de Estado", será libertado nos próximos dias depois que o promotor e o tribunal retiraram a acusação, informou o advogado de defesa à agência EFE. "A promotoria cancelou a acusação por revelação de segredos de Estado e fraude e o tribunal de Pequim concordou com a decisão", declarou o advogado de Zhao, Mo Shaoping. "Ele será libertado dentro de alguns dias. Agora está retido na prisão do Escritório de Segurança Nacional de Pequim", acrescentou o advogado. Zhao Yan foi detido em outubro de 2004 depois que o jornal americano informou em sua primeira página a renúncia do antigo chefe da Comissão Militar Central, o ex-presidente Jiang Zemin, antes desta se tornar pública na China.

Agencia Estado,

17 Março 2006 | 11h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.