Colecionador suíço devolve múmias ao governo chileno

Um colecionador suíço devolveu quatro múmias pré-colombianas ao Chile, incluídas duas que os especialistas acreditam ter mais de 7 mil anos. O governo suíço disse que o colecionador, que pediu para permanecer no anonimato, concordou em devolver voluntariamente as múmias ao governo chileno. As múmias foram descobertas no deserto de Atacama, no norte do Chile.

AE, Agência Estado

20 de janeiro de 2011 | 15h50

Duas das múmias datam do período Chinchorro, uma cultura que se devolveu no norte do Chile, perto de Arica, entre 5.000 a.C. e 1.500 a.C., o que as torna mais antigas que a múmia do faraó egípcio Tutankhamon, a qual acredita-se possua 3.300 anos.

Uma terceira múmia é de um período pré-colombiano ainda não identificado, enquanto a quarta múmia data da época da chegada dos espanhóis ao que hoje é o Chile, por volta de 1540. As quatro múmias foram entregues ao governo chileno após uma breve cerimônia em Genebra.

As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
devoluçãoSuíçamúmiasChile

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.