Orestis Panagiotou/Efe
Orestis Panagiotou/Efe

Colégios eleitorais abrem suas portas na Grécia

Concorrem no total cerca de 20 partidos políticos, que vão desde a extrema direita neonazista à extrema esquerda

Efe,

17 de junho de 2012 | 02h23

ATENAS - Os colégios eleitorais da Grécia abriram neste domingo, 17, suas portas para os 9.850.802 eleitores convocados às urnas para escolher um novo Parlamento e Executivo por um mandato de quatro anos, depois que os resultados das eleições do dia 6 de maio impediram a formação de uma coalizão de governo.

Os mais de 5.000 colégios eleitorais abriram às 7h (horário local, 1h de Brasília) e devem fechar às 19h (13h).

Pouco depois do fechamento das urnas se poderão conhecer as primeiras pesquisas de boca de urna feitas por empresas para os canais de televisão.

De acordo com o Ministério do Interior, por volta das 21h30 (15h30) estão previstos os primeiros resultados oficiais da apuração.

Concorrem no total cerca de 20 partidos políticos, que vão desde a extrema direita neonazista à extrema esquerda, com os conservadores da Nova Democracia e a esquerda da Syriza como favoritos para ganhar as eleições, segundo as pesquisas.

As últimas pesquisas privadas realizadas para os partidos políticos, apontavam que ambas as legendas empatarão com entre 28% e 29% dos votos, ou dão uma leve vantagem aos conservadores.

Espera-se que os sete partidos que conseguiram representação no dia 6 de maio voltem a superar a barreira eleitoral dos 3% que permite entrar no Parlamento, ao qual poderia ter acesso inclusive um oitavo partido.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.