Cólera já matou mais de 2 mil no Haiti, diz governo

Autoridades haitianas disseram que mais de 2 mil pessoas morreram em decorrência do cólera no país desde o final de outubro. Segundo a contagem oficial, mais de 91.700 pessoas foram infectadas pela doença.

AE, Agência Estado

06 de dezembro de 2010 | 17h20

Antes deste surto, o cólera não havia sido diagnosticado no Haiti. A doença surgiu ao longo do rio Artibonite. A falta de saneamento básico e os problemas do sistema público de saúde ajudaram a doença a se espalhar por todas as regiões do país.

Trabalhadores humanitários tentaram controlar a epidemia, mas ela continua a se espalhar, especialmente em áreas rurais. A Organização das Nações Unidas (ONU) informou que o número de mortos e infectados pode ser duas vezes maior do que os dados oficiais. O Haiti também se recupera de um devastador terremoto ocorrido em 12 de janeiro que matou 300 mil pessoas. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
cóleraHaitimortesgovernosaúde

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.