Colin Powell define o conceito de ´guerra´

O secretário de Estado dos Estados Unidos, Colin Powell, falou sobre o conceito da "guerra" da qual as autoridades americanas vêm se referindo nos últimos dias. Em uma entrevista coletiva ontem, ele disse que o país vai tomar todas as medidas possíveis para "acabar com as atividades terroristas no mundo". "Uma guerra, em alguns casos, pode significar ações militares, diplomáticas ou financeiras", disse. "Estaremos usando todas as armas que temos, todas as ferramentas disponíveis para ir atrás de organizações específicas." Ele também disse que a união de países que estão apoiando os Estados Unidos pode ajudar a isolar "financeiramente e legalmente" as organizações terroristas. "Algumas ações serão feitas em conjunto com outros países e outras apenas pelos Estados Unidos." Na questão do Paquistão, o secretário preferiu não falar sobre a lista de "sugestões" que serão feitas. "O Paquistão é um país amigável, temos relações boas com eles há vários anos", disse. "Ao longo dos anos, por conta de vários fatores, tivemos altos e baixos neste relacionamento, mas tenho falado com o presidente do Paquistão nos últimos meses e vou conversar com ele como se conversa com um amigo. E tenho certeza de que ele vai responder como um amigo." Powell disse que os Estados Unidos vão apresentar uma lista de sugestões de ações que podem melhorar a situação na região. Ele não confirmou que o país esteja pedindo que o Paquistão feche as fronteiras com o Afeganistão. Sobre a relação com o Taliban, ele afirmou que os Estados Unidos "têm meios" de entrar em contato com o governo do Afeganistão. "Mas queremos ter certeza do que exatamente vamos apresentar a eles como itens de discussão e não apenas ter conversas gerais."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.