Colin Powell deixará o governo Bush, dizem fontes

O secretário de Estado dos EUA, Colin Powell, que apresentou à ONU os argumentos do presidente George W. Bush para iniciar a guerra com o Iraque, avisou seus assessores mais próximos de que renunciará, informam fontes do Departamento de Estado.Há tempos correm rumores de que Powell não ficaria para o segundo mandato de Bush. O secretário teria dito que partirá assim que seu sucessor for escolhido. ?Espero notícias em breve sobre membros do gabinete?, disse o porta-voz da Casa Branca, Scott McClellan, nesta segunda-feira. ?Há algumas renúncias. Espero quatro hoje?. McClellan disse que os substitutos não seriam anunciados também hoje, porém.A Casa Branca já prepara uma nota oficial confirmando a saída de Powell. Segundo uma fonte, o secretário espera deixar o governo em janeiro. Não está claro se ele sairá antes da posse de Bush no segundo mandato, marcada para 20 de janeiro.A maioria das especulações quanto a um sucessor centram-se no embaixador dos EUA na ONU, John Danforth, e na conselheira de Segurança Nacional Condoleezza Rice. A passagem de Powell pela chefia do Departamento de Estado tem sido controversa. Há informações de desentendimentos importantes com o secretário de Defesa, Donald Rumsfeld. Além de Powell, preparam suas renúncias os secretários (ministros) de Agricultura, Ann Venneman; de Educação, Rod Paige; e de Energia, Spencer Abraham, segundo fonte do governo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.