Colisão de trens deixa ao menos 61 mortos na Índia

Ainda não se sabe a causa do acidente; pelo menos 125 pessoas ficaram feridas

Efe,

19 de julho de 2010 | 06h07

 

NOVA DÉLHI - Pelo menos 61 pessoas morreram e mais de 125 ficaram feridas numa colisão de dois trens na estação de Sainthia, no estado indiano de Bengala Ocidental, informa uma fonte oficial.

Antes de partir ao local do acidente, a ministra de Ferrovias indiana, Mamata Banerjee, cifrou em 61 o número de vítimas e explicou que estão sendo investigadas as causas da colisão, pois existem "algumas dúvidas", que preferiu não comentar.

O acidente ocorreu por volta das 2h15 local desta segunda-feira, 19, (18h45 de domingo de Brasília) a cerca de 191 quilômetros de Calcutá quando o expresso Uttarbanga se chocou em alta velocidade contra outro trem que estava parado na estação.

O impacto destruiu os três vagões traseiros do trem que estava parado, dois deles com passageiros e o outro com carga de bagagens.

O chefe da Polícia ferroviária, Dilip Mitra, assegurou à agência Ians que as equipes de emergência resgataram até o momento 38 corpos, a maioria deles de passageiros do trem que estava parado e sofreu o impacto maior.

Entre os mortos no acidente está o maquinista e o auxiliar da locomotiva em movimento e um funcionário do trem que estava parado.

Os passageiros feridos foram levados a hospitais das cidades de Sainthia e Birbhum, segundo fontes policiais.

Texto atualizado às 8h34

Tudo o que sabemos sobre:
colisãotrensÍndia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.