Colisão entre trens expressos na Índia mata pelo menos 38 pessoas

Acidente ocorreu durante a madrugada; número de feridos ainda é desconhecido

Associated Press

18 de julho de 2010 | 23h34

CALCUTÁ - Um trem expresso colidiu com um trem de passageiros em uma estação no leste da Índia no início da manhã desta segunda (pelo horário local) e deixou ao menos 38 pessoas mortas, informaram as autoridades responsáveis pela segurança da ferrovia.

 

O acidente ocorreu por volta das 2 horas, quando o Expresso Uttarbanga colidiu com o Expresso Bananchal, que estava na estação de Sainthia, cerca de 200 quilômetros ao norte de Calcutá.

 

Com a colisão, dois vagões de passageiros foram destruídos, assim como um vagão bagageiro, que foram transformados em uma pilha de metal retorcido. O choque foi tão forte que a cobertura de um dos vagões se soltou da estrutura do trem e foi parar a vários metros de distância.

 

Dilip Mitra, membro da Polícia da ferrovia, disse que até agora 38 corpos foram removidos e que as equipes de resgate buscavam outros. Segundo ele, há dezenas de feridos.

 

Acidentes como esse são comuns na Índia, que possui uma das maiores redes ferroviárias do mundo. As causas geralmente são atribuídas à falta de manutenção dos equipamentos.

Tudo o que sabemos sobre:
TremÍndiaacidente

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.