Colisão entre trens no Egito deixa 5 mortos e 30 feridos

Dois trens - um de passageiros e outro de cargas - colidiram nesta segunda-feira no Cairo, no Egito, deixando ao menos 5 mortos e 30 feridos, informou a polícia local. O acidente acontece apenas duas semanas após outra colisão na mesma região ter deixado 58 vítimas fatais.A colisão ocorreu na noite desta segunda-feira nas proximidades de Shebin al-Qanater, no norte da capital. Segundo as autoridades egípcias, um dos mortos no acidente foi o maquinista do trem de cargas. A maioria dos feridos é de passageiros.No dia 21 de agosto, uma composição de passageiros bateu contra a traseira de outra composição na estação de Qalyoub, na província de Shebin al-Qanater, a mesma do acidente desta segunda-feira, deixando um saldo de 58 mortes.As autoridades ainda investigam o que causou a colisão do último dia 21, mas o acidente gerou uma onda de insatisfação entre os usuários do precário sistema de transportes do país. Dias após as 58 mortes, o ministro dos Transportes egípcio, Mohammed Mansour , admitiu que a infra-estrutura ferroviária do país necessita de uma revisão urgente.Mais tarde, o governo aprovou a alocação de US$ 860 milhões para a revitalização do sistema ferroviário egípcio. O Egito tem todos os anos uma série de acidentes ferroviários fatais, geralmente resultado da falta de manutenção no sistema.O pior desastre dos últimos anos aconteceu em fevereiro de 2002, quando uma composição pegou fogo, matando 363 pessoas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.