Colômbia anuncia morte de 9 guerrilheiros em confronto

As autoridades colombianas informaram ontem que nove rebeldes foram mortos em confronto e seis foram capturados no sul do país, perto da fronteira com o Equador. O chefe de operações da Polícia Nacional, general Orlando Páez, afirmou que os combates com a frente 48 das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) ocorreram na madrugada de ontem. Não houve baixas entre as forças oficiais. Páez informou que a ação envolveu homens da polícia, da Marinha, do Exército e da Aeronáutica.

AE-AP, Agencia Estado

21 de janeiro de 2010 | 11h23

As operações ocorreram na zona rural do município de Puerto Asís, departamento (Estado) de Putumayo, a 540 quilômetros a sudoeste de Bogotá. Os guerrilheiros capturados são três mulheres e três menores, informou o general. Depois, o comandante das Forças Armadas da Colômbia, general Freddy Padilla, disse que os rebeldes mortos "faziam mal a moradores tanto equatorianos quanto colombianos". Padilla afirmou ainda que telefonou para o comandante das Forças Armadas do Equador para parabenizá-lo pelo fato de seus homens terem matado três integrantes das Farc.

Tudo o que sabemos sobre:
ColômbiaFarcconfronto

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.