AFP | 05.06.2013
AFP | 05.06.2013

Colômbia anuncia suspensão de ataques aéreos contra as Farc

Segundo o presidente colombiano, a medida é uma resposta à decisão da guerrilha de declarar um cessar-fogo unilateral

O Estado de S. Paulo

26 de julho de 2015 | 09h25

BOGOTÁ - O governo colombiano vai suspender os ataques aéreos contra posições das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), em uma tentativa de dar novo fôlego para as negociações de paz. O presidente colombiano Juan Manuel Santos fez o anúncio na noite de sábado, em uma cerimônia militar em Cartagena. Segundo ele, a medida é uma resposta à decisão das Farc de declarar um cessar-fogo unilateral.

No dia 20 de julho, os líderes da guerrilha disseram que iriam retomar o cessar-fogo que havia sido interrompido dois meses antes, quando o Exército bombardeou um acampamento do grupo e matou 26 pessoas. A operação do governo era uma resposta a ataques promovidos pelas Farc, inclusive contra um pelotão do Exército que matou dez soldados enquanto eles estavam dormindo.

Vídeo: Presidente da Colômbia fala sobre processo de paz no país

Com relação às desconfianças que ainda persistem dos dois lados, Santos disse que os ataques aéreos podem ser retomados se os campos das Farc causarem riscos para civis ou para alvos de infraestrutura. "Nós concordamos com uma desescalada do conflito. Isso significa menos mortes, menos sofrimento e menos vítimas", comentou.

O governo colombiano e as Farc já chegaram a acordos sobre reforma agrária, participação do grupo na política e uma estratégia conjunta para combater o tráfico de drogas. Eles também anunciaram um esforço combinado para remover minas terrestres. Mesmo assim, ainda existem alguns impasses, como a exigência dos rebeldes de anistia total. / Associated Press

Tudo o que sabemos sobre:
ColômbiaFarctrégua

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.