Colômbia condena tentativa de atentado contra Uribe em Buenos Aires

Ministro da Defesa expressou disse não ver explicações para tentativa de atentado

Efe,

22 Maio 2012 | 18h53

BOGOTÁ - O governo colombiano condenou nesta terça-feira, 22, o plano para atentar contra o ex-presidente Álvaro Uribe após a descoberta de uma bomba em um teatro em Buenos Aires, e manifestou sua solidariedade com o governante anterior, que até agora não se pronunciou a respeito.

Veja também:

link Bomba é encontrada em teatro onde Uribe discursaria na Argentina

O ministro de Defesa colombiano, Juan Carlos Pinzón, expressou solidariedade a Uribe e disse que não vê explicações para uma tentativa de atentado contra o ex-líder.

As forças de segurança da Argentina encontraram nesta terça-feira uma bomba no teatro Gran Rex de Buenos Aires, para onde está prevista uma palestra de Uribe nesta quarta-feira.

Há duas semanas, o ex-ministro Fernando Londoño, um dos fiéis do ex-presidente, ficou ferido em um atentado, que custou a vida de seu motorista e de um guarda-costas. Ele acusou as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) pelo incidente.

 

Mais conteúdo sobre:
Atentado Argentina Colômbia Álvaro Uribe

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.