Colômbia confisca terras de suposto chefão do tráfico

Cerca de 2.000 policiais ocuparam dezenas de luxuosas propriedades rurais pertencentes a Diego Montoya, suposto chefão do narcotráfico procurado pelos EUA e que se encontra foragido. ?Estamos executando esta operação sob segurança estrita, tomando cerca de 105 propriedades, especialmente luxuosas ?haciendas??, disse Maria Cristina Chirolla, representante da procuradoria-geral colombiana.Montoya, mais conhecido como ?Don Diego?, é acusado de chefiar o cartel de Norte del Valle, uma das mais poderosas redes do narcotráfico no país. O governo colombiano oferece uma recompensa de US$ 5 milhões por informação que leve à captura de Montoya.A quadrilha de Don Diego se envolveu e uma sangrenta guerra por território com traficantes rivais. Em meio aos combates, centenas de pessoas foram mortas nos últimos seis meses. Os criminosos lutam pelo controle do tráfico de cocaína após a queda dos cartéis de Cali e Medellin, nos anos 90.Esta é a segunda onda de confisco de propriedades de Montoya executada pelo governo neste ano. Em março, mais de 200 propriedades foram ocupadas, com valor estimado em US$ 100 milhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.