Colômbia desmantela rede internacional de tráfico de heroína

A polícia colombiana prendeu 33 acusados de integrar uma rede internacional de traficantes de heroína. Segundo comunicado divulgado nesta quinta-feira, a rede operava na Colômbia, Venezuela, Equador e EUA. Entre os detidos, oitos são procurados pela Justiça norte-americana por envolvimento em delitos relacionados ao tráfico de entorpecentes."Os narcotraficantes enviavam 800 quilos de heroína por ano para dos EUA, principalmente para Miami e Nova York", disse a polícia. A heroína era comprada de supostos guerrilheiros das Farc no sudoeste da Colômbia. A rede transportava a droga por via áerea, marítima e terrestre pela Venezuela, Equador e Peru.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.