Colômbia diz ter descoberto plano para matar Uribe

A polícia da Colômbia disse ter confiscado no domingo em Cartagena pelo menos 150 quilos de explosivos que seriam utilizados num atentado contra o avião do presidente Álvaro Uribe. Segundo o coronel Mauricio Agudelo, comandante da polícia no departamento de Bolívar, o plano de assassinato seria obra do grupo guerrilheiro marxista Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc)."O atentado seria feito contra o avião presidencial no momento da aterrissagem, durante a visita (de Uribe) à cidade de Cartagena", disse Agudelo. Também foi encontrado um plano com um desenho do avião presidencial e o lugar em que os explosivos deveriam ser detonados para atingir a aeronave.Além disso, a polícia descobriu documentos em que se descrevia a rotina de Uribe durante as suas freqüentes viagens a Cartagena, onde tem uma residência oficial.Em fevereiro de 2003, um atentado contra o presidente colombiano fracassou. Uma casa cheia de explosivos foi pelos ares horas antes do avião de Uribe pousar na cidade de Neiva.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.