Alto Comissariado para a Paz/EFE
Alto Comissariado para a Paz/EFE

Colômbia e Equador reforçam estratégias de segurança e defesa de fronteira 

Países assinaram acordo em Bogotá na sexta-feira

O Estado de S.Paulo

25 de março de 2017 | 01h25

BOGOTÁ - Os governos de Colômbia e Equador formalizaram na sexta-feira, 24, em Bogotá, um plano para formular estratégias conjuntas para segurança e defesa, informaram fontes oficiais. 

"Aprovamos o Plano Operativo Anual Binacional com base em eixos importantes que consolidamos com trabalho coordenado e conjunto há vários anos", disse o vice-ministro coordenador da segurança do Equador, Andrés Fernando de la Vega. 

O funcionário reforçou que Colômbia e Equador têm, em termos de segurança e defesa, os instrumentos de defesa mais desenvolvidos do continente e, por isso, outros países buscam adotar tais métodos. 

Nos últimos cinco anos a estratégia binacional se baseou no desenvolvimento de operações militares e policiais conjuntas para lutar contra o tráfico de drogas e produtos como armas e minérios. 

A integração deve proporcionar mais segurança, paz e estabilidade para as regiões fronteiriças dos países, disse Vega. / EFE

Tudo o que sabemos sobre:
BOGOTÁColômbiaEquador

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.