EFE/GABRIEL BARRERA
EFE/GABRIEL BARRERA

Colômbia e Venezuela criam ‘cartão da fronteira’ para habitantes da região na divisa entre os países

Acordo foi estabelecido em uma reunião entre as chanceleres colombiana, María Ángela Holguín, e venezuelana, Delcy Rodríguez, para abordar a situação e estabelecer uma agenda de trabalho que permita a reabertura da região

O Estado de S.Paulo

05 Agosto 2016 | 10h33

CARACAS - Os governos da Colômbia e da Venezuela se reuniram na quinta-feira em Caracas para abordar a situação do território na divisa entre os dois países, e concordaram com a criação de um "cartão de fronteira" para cidadãos colombianos e venezuelanos que moram na região, fechada há quase um ano pelas autoridades venezuelanas.

O acordo foi estabelecido na reunião entre as chanceleres da Colômbia, María Ángela Holguín, e da Venezuela, Delcy Rodríguez, junto às suas respectivas delegações na capital venezuelana, para abordar a situação e estabelecer uma agenda de trabalho que permita sua reabertura.

Estabeleceu-se "a criação do cartão de fronteira para os cidadãos venezuelanos e colombianos da fronteira, onde estará contida a informação básica das atividades que se desenvolvem na região", informou Delcy ao lado da ministra colombiana.

O documento "obviamente será submetido a rigorosos controles para que os cidadãos tenham acesso não somente a seu cartão de fronteira mas também possam lidar com deveres e direitos", indicou ela sem dar mais detalhes a respeito.

A proposta feita pela Colômbia e que foi bem recebida pela Venezuela "será muito útil para todas as pessoas que vivem na fronteira", informou María Ángela, que voltou a Bogotá após um breve encontro com o presidente venezuelano, Nicolás Maduro. / EFE

Veja abaixo: Venezuelanos vão em massa à Colômbia

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.