Colômbia: guerrilha liberta reféns

Guerrilheiros do Exército de Libertação Nacional (ELN), o segundo grupo de esquerda mais ativo da Colômbia, depois das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), libertaram nesta madrugada cinco policiais e um civil colombianos que eram mantidos reféns. Os cativos foram entregues por um comando do ELN a uma comissão da Defensoria do Povo, em uma localidade vizinha ao município de Fundación, a 950 quilômetros de Bogotá.Segundo a comissão, os policiais haviam sido capturados no dia 10 de janeiro. Os guerrilheiros disseram que a libertação dos reféns foi uma demonstração da boa vontade em retomar o diálogo de paz com o governo colombiano.

Agencia Estado,

14 de fevereiro de 2001 | 03h35

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.