Colômbia: Pesquisa indica vitória de Santos em 1º turno

O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, seria reeleito em primeiro turno se as eleições no país fossem realizadas hoje, revela uma nova pesquisa de intenção de voto.

AE, Agência Estado

26 de novembro de 2013 | 14h14

A intenção de voto em Santos oscila entre 26% e 28% em quatro diferentes cenários diante de oito diferentes adversários, segundo a sondagem Ipsos-Napoleón Franco, encomendada por diversos veículos colombianos de comunicação, entre eles a emissora de televisão RCN e a

revista bogotana Semana.

Nos quatro cenários propostos para as eleições presidenciais de maio, o segundo melhor colocado é o candidato do movimento "Uribe-Centro Democrático", o ex-ministro da Fazenda, Oscar Iván Zuluaga, com 10% a 12%.

A terceira colocada é a ex-prefeita de Bogotá Clara López, do Polo Democrático Alternativo (esquerda), cuja intenção de voto vai de 5% a 6%, praticamente empatada com Antonio Navarro, ex-integrante do grupo guerrilheiro pacificado M-19.

Com isso, se a votação fosse hoje, Santos teria mais votos válidos do que todos os outros candidatos juntos e venceria sem a necessidade de primeiro turno. O número de indecisos, porém, ainda é elevado, girando em torno de 25% nos cenários propostos pelo instituto Ipsos-Napoleón Franco.

Ainda de acordo com o levantamento, se a votação fosse para segundo turno, Santos também sairia vitorioso contra qualquer um dos candidatos prováveis.

A pesquisa foi realizada entre 22 e 23 de novembro. Foram entrevistados 1.225 eleitores em 34 cidades do país. A margem de erro é de 2,8 porcentuais para mais ou para menos.

Juan Manuel Santos formalizou ontem à noite sua intenção de concorrer à reeleição.

A sondagem mostrou também que 62% dos colombianos apoiam o processo de paz entre o governo e o grupo guerrilheiro Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), enquanto 31% defendem o fim das negociações iniciadas há um ano e a busca por uma solução militar para um conflito que já dura meio século. Fonte: Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.