JOAQUIN SARMIENTO / AFP
JOAQUIN SARMIENTO / AFP

Colômbia pretende criar novo bloco diplomático para substituir Unasul

Segundo o presidente Ivan Duque, Prosul será uma plataforma sul-americana para coordenar políticas públicas, a defesa da democracia a as instituições e a economia de mercado

Redação, O Estado de S.Paulo

14 Janeiro 2019 | 17h19

BOGOTÁ - O presidente da Colômbia, Ivan Duque,  disse nesta segunda-feira, 14, que países sul-americanos pretendem criar um novo bloco diplomático para substituir a União de Nações Sul-Americanas (Unasul). O novo grupo, chamado Prosul, reuniria países cujos governos giraram à direita nos últimos anos. 

"Estamos avançando para o fim da Unasul e a criação da Prosul, uma plataforma sul-americana para coordenar políticas públicas, a defesa da democracia a as instituições e a economia de mercado", disse Duque. 

A Unasul foi criada em 2009 por iniciativa de Brasil, Argentina e Venezuela para afastar diplomaticamente o continente da influência dos Estados Unidos. À frente da iniciativa estavam os presidentes da Venezuela, Hugo Chávez, do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, e da Argentina, Cristina Kirchner.

No ano passado, Argentina, Brasil, Chile, Colômbia deixaram a Unasul em meio a um impasse sobre a crise na Venezuela. / REUTERS

Mais conteúdo sobre:
UnasulAmérica Latina

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.