Colômbia reconhece direitos de casais homossexuais

A Corte Constitucional colombiana reconheceu na quarta-feira as uniões livres de pessoas do mesmo sexo, garantindo os direitos patrimoniais dos casais homossexuais.Uma decisão judicial divulgada na noite de quarta-feira autoriza os direitos patrimoniais para pessoas do mesmo sexo que tenham convivido pelo menos durante dois anos.O reconhecimento não significa uma aprovação do casamento entre homossexuais, esclareceu uma fonte do tribunal, acrescentando que para isso é preciso a aprovação do Legislativo.A Corte Constitucional examinou uma reivindicação da Colômbia Diversa, uma ONG que luta pelos direitos dos homossexuais. Ela contestava uma lei de 1990 que só reconhece a união marital entre um homem e uma mulher.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.