REUTERS/John Vizcaino
REUTERS/John Vizcaino

Colômbia reconhece Palestina como Estado

Carta com reconhecimento foi divulgada pela chancelaria colombiana como um dos últimos atos do presidente Juan Manuel Santos, que deixou o cargo na terça-feira

O Estado de S.Paulo

08 Agosto 2018 | 20h40

A Colômbia reconhece a Palestina como um Estado livre, independente e soberano, segundo uma carta da chancelaria, divulgada nesta quarta-feira, 8.

"Gostaria de informar-lhes que, em nome do governo da Colômbia, o presidente Juan Manuel Santos decidiu reconhecer a palestina como um Estado livre, independente e soberano", diz a carta, com data do dia 3, às vésperas da posse do novo presidente, Iván Duque, na terça-feira.

+ Bolsonaro promete retirar embaixada da Palestina do Brasil

A Colômbia tornou o último país sul-americano a fazer esse movimento, informou nesta quarta-feira a missão diplomática da Palestina em Bogotá. 

"Esta decisão é profundamente agradecida pelo povo palestino e por seu governo, que sempre viram a Colômbia e seu povo como irmãos incansáveis na busca pela paz", afirmou a representação.

De acordo com a entidade, "a decisão do reconhecimento é sinônimo do grande trabalho de aproximação entre os governos colombiano e palestino, esforço que hoje dá frutos e sem dúvida será fortalecido no futuro próximo para o bem de ambos os povos". 

Mais de 100 países admitem a existência da Palestina enquanto país. O Brasil o faz desde 2011, assim como o Chile e o Uruguai. / EFE e AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.