Colômbia rejeita tribunal em disputa com a Nicarágua

O governo colombiano alega que o Tribunal Internacional de Haia não tem jurisdição para resolver uma disputa territorial entre o país e a Nicarágua, envolvendo um arquipélago no Caribe. A chanceler Carolina Barco disse que a corte de Haia suspenderá o processo enquanto avalia o protesto colombiano. O governo da Nicarágua foi ao tribunal para reclamar a posse de parte do arquipélago de San Andres e águas territoriais correlatas, dizendo que quando abriu mão da soberania sobre as ilhas, em 1928, encontrava-se sob coerção - na época, a Nicarágua era ocupada por fuzileiros navais americanos. Anteriormente, a Colômbia ameaçou usar de força se a Nicarágua decidisse explorar petróleo nas águas ao redor das ilhas, mas concessões para exploração de petróleo dadas pela Nicarágua a quatro empresas dos EUA acabaram ficando fora da zona em disputa.

Agencia Estado,

22 Julho 2003 | 15h47

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.